"The Alchemy of a changing life is the only truth"
(Rumi)

"A magia é um acto transformador e a verdadeira transformação tem lugar bem fundo nas nossas raízes."

(Teresa Moorey "A Sabedoria das Árvores")

"Desapareça o que é velho, a putrefacção e o bolor desta massa informe: venha, pois, a eterna vastidão de um espírito liberto, um ser tão livre que projecta a imagem da eterna esperança na mais pequena gota de orvalho pousada no cálice de uma flor."
(Shakespeare)

November 03, 2012

Floral de Pilriteiro (Crataegus Monogyna)


Também chamado de Espinheiro-Alvar, está ligado aos centros energéticos do coração e do frontal, e portanto a Vénus (com a energia do signo de Carneiro), e à Lua (ver informação sobre os Chackras e Planetas). O Pilriteiro representa protecção, esperança, saúde, fertilidade, purificação, intuição, viagens interiores e sexualidade feminina. Na época clássica estava ligado a Himeneu, deus dos casamentos, sendo as flores usadas nas grinaldas e a madeira nas tochas matrimoniais. Relaxa as barreiras que inibem a amizade e o amor, encontrando empatia com os outros. Reforça o movimento do sangue favorecendo a irrigação do coração, dando-lhe impulso, libertando-o de um peso astral desmesurado e criando esperança, sentindo que o Amor se propaga para lá das ameaças de morte. Dissolve assim profundos sentimentos de luto. Desfaz as dualidades conflituosas e as separações interiores.  Revitaliza as diferentes partes do Ser e protege-as de um endurecimento. Permite tomar decisões guiadas pelas nossas convicções profundas e encontrando a nossa determinação , a nossa  via e o nosso lugar na vida. Torna-nos menos influenciáveis e faz-nos sentir livres e independentes do exterior. Cura as energias sexuais e ajuda na vizualização em trabalhos psíquicos. A runa associada é Thorn. Diz-se que este arbusto é o favorito das fadas e outros espíritos da Natureza pois é sagrado para elas e dizia-se que tudo o que se realizava por detrás dos seus ramos se tornava invisível ao olho humano e que oferece por isso protecção em actividades rituais e em santuários. Chamado também de "noiva enfeitada", o Pilriteiro é símbolo da Primavera, da renovação, da alegria e da realização de um coração tranquilo.
 
"Vi o Símbolo do infinito a ligar o coração e a cabeça em movimento - em grande movimento!"(Filomena Vieira)


The moon stays bright when it
doesn't avoid the night.
A rose's rarest essence
lives in the thorn.

 "Soul of Rumi" 
Coleman Barks


"Not Here" Rumi


There's courage involved if you want
to become truth.  There is a broken-
open place in a lover.  Where are
those qualities of bravery and sharp
compassion in this group?  What's the
use of old and frozen thought?  I want
a howling hurt.  This is not a treasury
where gold is stored; this is for copper.
We alchemists look for talent that
can heat up and change.  Lukewarm
won't do. Halfhearted holding back,
well-enough getting by?  Not here.


From “Soul of Rumi” by Coleman Barks