"The Alchemy of a changing life is the only truth"
(Rumi)

"A magia é um acto transformador e a verdadeira transformação tem lugar bem fundo nas nossas raízes."

(Teresa Moorey "A Sabedoria das Árvores")

"Desapareça o que é velho, a putrefacção e o bolor desta massa informe: venha, pois, a eterna vastidão de um espírito liberto, um ser tão livre que projecta a imagem da eterna esperança na mais pequena gota de orvalho pousada no cálice de uma flor."
(Shakespeare)

May 25, 2011

FADAS Porta-Florais





“We can establish a relation with plants and the beings or spirits that live in them. We open to the information they have for us, opening to the transformation taking place inside them as a reflection of the transformation taking place in the universe."

(Arbolita Pashak, Curandera, Chiapas, Mexico)







"We are not talking about passive agents of transformation, we are talking about an intelligence, a consciousness, an alive and other mind, a spirit ...Nature is alive and is talking to us.
This is not a metaphor. "

Terrence McKenna, Anthropologist.








Ajudam a conduzir as nossas intenções

-relacionadas com o potencial da flor com que estamos a trabalhar

e aquilo que queremos transformar em nós-, para o Universo

(e podem também andar connosco como pregadeiras!)
 

Ver:
www.travellingbetweendimensions.com 

As fadas das flores mostram-se muitas vezes apenas como pequenos feixes de luz, estão relacionadas com o processo de crescimento das plantas e portanto... com o dos humanos também, espelhando, por exemplo, os nossos estados de espírito!

April 06, 2011

Kit Personalizado de 7 Elixires

Escolha o conjunto de flores com as quais quer trabalhar e crie o seu próprio kit para uso no dia a dia, ajudando a superar as dificuldades que surgem e criando magia a cada instante!
Nota: de preferência tomar sempre com água pois são mais concentradas!
Também disponíveis sets de essência -stock para uso de outros terapeutas!

February 08, 2011

Floral de Verbena (Verbena Officinalis)

Planta sagrada em diferentes tradições e épocas, a Verbena era colocada atrás dos altares romanos, usada em casamentos e como sinal de paz pelos mensageiros. Dizia-se que afastava as bruxas retirando-lhes a sua vontade e foi sempre associada às artes curativas sendo chamada de “erva de todos os males”. Originária do Mediterrâneo onde, sob condições àridas, desenvolveu as suas características de resistência e atitude incisiva.




Este elixir torna as nossas ideias mais flexíveis, e ajuda a vermos o outro lado das coisas em vez de nos agarrarmos a princípios fixos procurando convencer os outros. Faz-nos perceber que não necessitamos de fazer esforços desnecessários e excessivos (por vezes ultrapassando os nossos limites físicos e mentais), para atingir aquilo que queremos e ajuda a dormir e a relaxar a mente em vez de deixar que esta corra à frente dos acontecimentos. A energia da Verbena ajuda acima de tudo a cortar cordões umbilicais e a terminar assuntos que ficaram em cima da nossa mesa de trabalho, tornando a nossa visão pouco clara e retirando-nos a nossa energia e fazendo com que nos viremos para os outros em busca do que nos falta. Leva-nos á pacificação de nós mesmos, pois é mais difícil conquistarmo-nos interiormente que tomar uma cidade. Tal como um samurai que só sai para a batalha quando consegue estar calmo o suficiente para terminar o seu arranjo ikebana, temos de aprender que é mais importante "ser" do que "fazer".
Está relacionado com o coração dos guerreiros - ver informação sobre chackras do Coração e do Plexo Solar e ainda sobre os planetas Venus e Marte.





A fada da verbena é um exemplo particularmente vibrante das fadas das flores. Ela pode ser chamada para cura, protecção, eliminação do stress e propriedades calmantes em geral. Este floral serve também para pessoas que estão tensas e agitadas, querem dar conta de tudo, sempre muito ocupadas e sem conseguir relaxar, padecem muitas vezes de um complexo messiânico e estão inconformados com o que consideram  inépcia, burrice ou incapacidade daqueles que os rodeiam.Confere suavidade ao nosso espírito.